REVISTA
 

 
 
Editorial
Rebelo Botelho, Maria Antónia, ui&de, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
Artigo
Iniciamos com o Volume 13 Numero1 1ºSemestre de 2009 uma nova etapa do desenvolvimento da revista PENSAR ENFERMAGEM. Temos pelo menos duas razões que nos levam a encetar este novo caminho: expandir o conhecimento de Enfermagem e consolidar os alicerces ontológicos e epistemológicos da investigação em Enfermagem
O propósito da investigação em Enfermagem é gerar conhecimento, um conhecimento com impacte no desenvolvimento da disciplina e na transformação da prática. Mas, é preciso estarmos atentos porque nem todo o conhecimento gerado pela investigação é conhecimento científico.
O que é que distingue o conhecimento científico de qualquer outro tipo de conhecimento?
O compromisso do investigador com um processo metodológico consistente, que espelhe uma visão ontológica e epistemológica concordante com a “constituição interna” da Enfermagem.
A compreensão e ou a “explicação” da complexidade e diversidade das respostas humanas às situações de saúde/doença apontam para diferentes tipos de conhecimento. A natureza, a estrutura e a racionalidade do conhecimento derivam da pergunta de investigação, da escolha do(s) método(s) (qualitativos e ou quantitativos) apropriado para lhe dar resposta e fundamentalmente da Pessoa do Investigador. Queremos com isto dizer que a relevância e fiabilidade do conhecimento de enfermagem derivam irremediavelmente das habilidades/competências/virtudes do investigador e é por isso que todo o processo de investigação deve passar a prova do questionamento ético.
A investigação de Enfermagem não é um fim em si própria, ela encontra o seu sentido quando a produção científica (os dados/resultados) se move do contexto do estudo para o contexto da vida e neste movimento contribui para a consolidação da disciplina, o desenvolvimento da prática clínica e influencia as Políticas de Saúde.
Neste número, apresentamos os seguintes artigos científicos:
Artigos de REFLEXÃO TEÓRICA/CONCEPTUAL
Ensino de Enfermagem: Perspectivas de desenvolvimento;
Necessidade e Necessidades: Revisitando o seu uso em enfermagem.
 Artigos de INVESTIGAÇÃO (Primária)
Os Enfermeiros como Cidadãos Organizacionais: Desenvolvimento de uma medida para avaliação dos comportamentos de cidadania organizacional (CCO) em contexto hospitalar;
Tradução e Validação do Consequences of Care Index: Instrumento de avaliação do risco de sobrecarga do familiar cuidador;
Qualidade do Sono, Cronótipos e Estados Emocionais: O caso de enfermeiros portugueses que trabalham por turnos.
Artigos de REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA.
Transição para Prestador de Cuidados: Sensibilidade aos cuidados de enfermagem
O Sofrimento na Criança e no Adolescente com Doença Oncológica em Fim de Vida

A revista PENSAR ENFERMAGEM convida TODOS a contribuir para a consolidação disciplinar da Enfermagem.

28 de Junho 2009
Maria Antónia Rebelo Botelho