REVISTA
 

 
 
Aspectos que contribuem para o tratamento do adolescente consumidor de crack na rede de atenção psicossocial
Portella Ribeiro, Juliane , Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
Calcagno Gomes, Giovana , Curso de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande (FURG).
Ortiz dos Santos. , Elitiele , Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, , Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Barbosa de Pinho, Leandro , Departamento de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Resumo
O consumo de crack na adolescência tem sido apontado como uma situação de emergência, mobilizando o sistema de saúde no desenvolvimento de políticas e estratégias que deem suporte perante essa problemática. O estudo tem por objetivo compreender os aspectos que contribuem para o tratamento do adolescente consumidor de crack na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). Trata-se de um estudo exploratório e descritivo com abordagem qualitativa. Os participantes foram 14 consumidores, 11 familiares e 20 profissionais atuantes no Centro de Atenção Psicossocial de atenção a consumidores de álcool e outras drogas 24 horas (CAPS AD III ). A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas semiestruturadas. Os dados foram organizados e tratados pelo software Nvivo 11 e posteriormente submetidos à Análise Temática. Os resultados apontam que os aspectos que contribuem para o tratamento envolvem questões individuais, como motivação pessoal e a perspectiva de construir planos para o futuro; aspectos interpessoais, relacionados ao apoio da família no tratamento, ao estabelecimento de vínculo com os profissionais e à inserção em um novo círculo de amizades; e também aspectos organizacionais da RAPS, como a facilidade no acesso e a resolutividade do CAPS AD, suas ações individuais e coletivas e a disponibilidade de um espaço de tratamento específico para o adolescente no âmbito da RAPS. Considera-se a necessidade de qualificar a rede de atenção psicossocial para atender às especificidades dos adolescentes consumidores de crack.
Palavras-Chave
Adolescente; Consumidores de Drogas; Cocaína Crack; Serviços de Saúde Mental; Assistência Integral à Saúde.
Abstract
Crack consumption in adolescence has been highlighted as an emergency situation, thus mobilizing the health system in the development of policies and strategies to cope with this problem. The objective of this study is to understand the aspects that contribute to the treatment of teenager users of crack in the Psychosocial Care Network (RAPS, as per its Portuguese acronym[2]). This is an exploratory and descriptive study with a qualitative approach. The participants were 14 users, 11 family members and 20 professionals working at the Psychosocial Care Center to users of alcohol and other drugs 24 hours (CAPS AD III). For data collection, we used semi-structured interviews. The data were organized and treated by software NVivo 11 and later submitted to thematic analysis. The results indicate that the aspects that contribute to the treatment involve individual issues, such as personal motivation and the perspective of building plans for the future; interpersonal aspects related to the support of the family in the treatment, the establishment of bond with the professionals and the insertion in a new circle of friendships; as well as organizational aspects of RAPS, such as the ease of access and resolution of the CAPS AD, its individual and collective actions and the availability of a specific treatment space for the teenager in RAPS. It is considered necessary to qualify the psychosocial attention network to meet the specifics of teenager user of crack.
KeyWords
Adolescent; Drug Users; Crack Cocaine; Mental Health Services; Comprehensive Health Care.