Vol. 20 N.º 1 (2016): Revista Científica Pensar Enfermagem
Artigos originais

Uma abordagem socioecológica ao problema do autocuidado nas atividades de vida diária das pessoas idosas em contexto domiciliário

Maria Ana Pego
Mestre em Saúde Pública; Doutoranda em Enfermagem na Universidade de Lisboa; Enfermeira, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Maria Adriana Henriques
Professora Coordenadora, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; PhD em Enfermagem

Publicado 07-08-2016

Palavras-chave

  • autocuidado,
  • pessoas idosas,
  • actividades de vida diária,
  • abordagem socioecológica em enfermagem

Como Citar

Pego, M. A., & Henriques, M. A. (2016). Uma abordagem socioecológica ao problema do autocuidado nas atividades de vida diária das pessoas idosas em contexto domiciliário. Pensar Enfermagem - Revista Científica | Journal of Nursing, 20(1), 16–26. Obtido de https://pensarenfermagem.esel.pt/index.php/esel/article/view/112

Resumo

Há hoje várias respostas a nível dos cuidados de longa duração para a pessoa idosa, contudo carecemos ainda de verdadeiras respostas integradas que se foquem na multidimensionalidade da pessoa humana. Assim, o nosso puzzle de investigação assenta neste paradoxo. A avaliação da situação de saúde de cada idoso em sua casa carece de uma compreensão sobre o seu contexto, para que seja possível identificar a conjugação de factores que conduzem à melhoria da autonomia da pessoa idosa nas suas actividades de vida diária. É necessário pois que se entenda que a promoção do autocuidado na pessoa idosa não está apenas na esfera individual ou interpessoal, mas depende igualmente de factores sociais, estruturais e de contexto. O presente artigo tem como objectivo identificar, na literatura, os factores fundamentais para a promoção do autocuidado da pessoa idosa, em contexto domiciliário, nas actividades de vida diária. A questão orientadora é a seguinte: “Quais os factores que promovem o autocuidado da pessoa idosa nas actividades de vida diária, em contexto domiciliário”. Seleccionaram-se cinco revistas científicas (Ageing & Society; European Journal of Ageing; Geriatric Nursing; International Journal of Nursing, BMC Geriatrics), das quais analisámos os artigos científicos, com conteúdo original, segundo o título e resumo, entre o ano de 2005 e 2015 que tivessem os critérios de inclusão e descritores identificados. Foi utilizado igualmente o método de revisão de literatura tipo bola de neve, o que nos conduziu a outras revistas científicas e múltiplos autores. Foram encontrados 2889 artigos, dos quais foram excluídos 2680 após leitura dos títulos e resumos. Foram seleccionados para leitura integral 206 artigos, dos quais foram excluídos 77 artigos de acordo com os critérios
de inclusão e exclusão, língua e repetição de artigos. Assim, obteve-se 129 artigos para a revisão sistemática de literatura. Com base na análise dos artigos foram identificados os seguintes factores: factores intrapessoais; factores interpessoais; factores de contexto.

Downloads

Não há dados estatísticos.