Vol. 21 No. 2 (2017): Journal of Nursing Pensar Enfermagem
Review articles

Factors influencing the development of self-management on adolescents with Diabetes Type 1: a scoping review

Inês Carnall Figueiredo
Mestranda em Ciências de Enfermagem, UCIP/UCIN, Hospital Professor Doutor Fernando da Fonseca
Isabel Malheiro
Professora Adjunta, PhD, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
Maria José Góis Paixão
Professora Adjunta, MSc, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
Odete Lemos e Sousa
Professora Adjunta, MSc, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Published 2018-06-11

Keywords

  • adolescent,
  • young adult,
  • self-management,
  • self-care,
  • type 1 diabetes

How to Cite

Carnall Figueiredo, I., Malheiro, I., Góis Paixão, M. J., & Lemos e Sousa, O. (2018). Factors influencing the development of self-management on adolescents with Diabetes Type 1: a scoping review. Scientific Journal Pensar Enfermagem, 21(2), 51–68. https://doi.org/10.56732/pensarenf.v21i2.139

Abstract

Background: O número de novos casos de Diabetes tipo 1 (DM1) em crianças e adolescentes em Portugal foi de 303 no ano de 2014, e os números a nível mundial no ano de 2013 ascendem a mais de 79000 novos casos. A incidência desta doen crónica está a
aumentar e o desenvolvimento médico e tecnológico dos últimos anos tem contribuido para a sobrevivência e o bem-estar dos indivíduos. As intervenções de saúde dirigidas aos adolescentes com DM1 pretendem motivar e facilitar a transição da gestão da DM1 dos cuidadores para o próprio adolescente, considerando as especificidades próprias desta população jovem. O cuidador tem um papel fundamental nesta transição, já que o seu controlo e suporte não podem ser abruptamente retirados no início da adolescência, mas evoluir suavemente para uma orientação respeitadora da autonomia da emergência da pessoa jovem. A DM1 tem sido um assunto largamente estudado e as intervenções dirigidas para o período da adolescência são um dos focos de estidos recentes.

Methodology: Esta revisão scoping utilizou as orientações do Joanna Briggs Institute Reviewers’ Manua (2015). A pesquisa inicial, incluindo o JBI Database of Systematic Reviews and Implementation Reports e as bases de dados da saúde CINAHL e MEDLINE, revelaram não haver registo de revisões scoping ou sistemáticas, publicadas ou em desenvolvimento, sobre este assunto. O objetivo desta revisão é identificar e mapear o conhecimento sobre o processo de desenvolvimento da autogestão da DM1 em adolescentes, considerando as perspetivas quer dos adolescentes (10-18 anos) quer dos seus pais/cuidadores. Inclui ainda as perspetivas dos profissionais de saúde e de jovens adultos (18 - 25 anos) sempre que estes foram considerados peridos nesta condição crónica.

Results: Encontraram-se seis categorias principais que podem ser facilitadoras ou colocar barreiras ao processo de desenvolvimento da autogestão da DM1 em adolescentes: Self; Família; Escola; Pares; Cuidados de saúde; e Evolução da DM1. Foram identificadas
intervenções que podem ser adoptadas pelos profissionais de saúde para ultrapassar os desafios colocados à autogestão. É necessária a realização de mais estudos de investigação nesta área e o método de focus groups é recomendado para a colheita de dados sobre esta temática em adolescentes, prestadores de cuidados e jovens adultos.

Downloads

Download data is not yet available.