Vol. 25 N.º 2 (2021): Revista Científica Pensar Enfermagem
Artigos originais

Enfermagem familiar em cuidados de saúde primários: perceção dos cidadãos sobre os cuidados de Enfermagem

Maria Manuela Henriques Pereira Ferreira
PhD, Professor Adjunto na Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa; Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga; Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde.
Maria Henriqueta Figueiredo
PhD, Professor Coordenador na Escola Superior de Enfermagem do Porto, Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde.
Virgínia Maria Sousa Guedes
MSc, Enfermeira no Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Tâmega, Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde.
Ana Filipa Pinho Marques
BSc, Enfermeira no Centro Hospitalar do Baixo Vouga, EPE.
Ana Rita Rodrigues Lopes
BSc, Enfermeira no UNILABS.
Ana Rita de Sá Moreira
BSc, Enfermeira no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, EPE.
Melany Campos dos Santos
BSc, Enfermeira no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, EPE.
Maribel Vioque Lopes
BSc, Enfermeira, Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa.
Tatiana Vanessa Gomes
BSc, Enfermeira no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, EPE.
Maria José Peixoto
PhD, Professora Coordenadora na Escola Superior de Enfermagem do Porto, Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde.

Publicado 20-04-2022

Palavras-chave

  • Enfermagem familiar,
  • Cuidados de Enfermagem,
  • Cuidados de Saúde Primários,
  • Competência Clínica,
  • Comportamento do Consumidor

Como Citar

Henriques Pereira Ferreira, M. M., Figueiredo, M. H., Sousa Guedes, V. M., Pinho Marques, A. F., Rodrigues Lopes, A. R., de Sá Moreira, A. R., Campos dos Santos, M., Vioque Lopes, M., Gomes, T. V., & Peixoto, M. J. (2022). Enfermagem familiar em cuidados de saúde primários: perceção dos cidadãos sobre os cuidados de Enfermagem. Pensar Enfermagem - Revista Científica | Journal of Nursing, 25(2), 77–90. Obtido de https://pensarenfermagem.esel.pt/index.php/esel/article/view/187

Resumo

O enfermeiro de família, pelos seus saberes e sua ação apresenta-se como um recurso importante para as famílias portuguesas. Constituiu objetivo do presente estudo descrever a perceção dos cidadãos sobre os cuidados de enfermagem prestados pelo enfermeiro de família no âmbito da enfermagem familiar. Métodos: Estudo de natureza qualitativa, junto de doze participantes, utentes de uma unidade de saúde familiar do norte de Portugal, recorrendo-se à entrevista semiestruturada, no último trimestre de 2018. Utilizou-se a técnica de análise de conteúdo com procedimentos indutivos, considerando as competências específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Comunitária na área de Enfermagem de Saúde Familiar (EEECAESF) e procedimentos dedutivos, definindo-se categorias à posteriori. Resultados: Na perspetiva do cidadão o enfermeiro de família conhece o sistema familiar, alicerçando os seus cuidados numa abordagem colaborativa, embora não tenham como foco a família como um todo. Destacam-se como pontos fortes o profissionalismo, os comportamentos afetivos, de respeito, empatia e as interações focadas na pessoa e na compreensão dos seus problemas e como constrangimentos o respeito pelas dotações seguras e organizacionais. Considerações Finais: as perceções integram alguns dos aspetos relativos às competências requeridas para o enfermeiro de família. Evidencia-se a necessidade de um maior investimento por parte dos enfermeiros na melhoria da perceção sobre os enfermeiros de família junto dos cidadãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.