Vol. 15 N.º 2 (2011): Revista Científica Pensar Enfermagem
Artigos originais

Confiança versus desconfiança na relação de cuidar: confiança enfermeiro-cliente, um conceito em construção no CHLN-HPV

Cidolina Lourenço
Enfermeira Chefe CHLN
Ana Pinto
Enfermeira Graduada CHLN
Carla Pereira
Enfermeira Graduada CHLN
César Fonseca
Enfermeiro Graduado CHLN, Doutorando em Enfermagem ESEL\Universidade de Lisboa, Investigador ui&de
Isabel Nunes
Enfermeira Graduada Centro de Saúde de Odivelas
Maria Paula Almeida
Enfermeira Chefe CHLN
Odete Mendes
Enfermeira Graduada CHLN
Glória Tolleti
Professora Adjunta ESEL, Doutoranda em Enfermagem ESEL\Universidade de Lisboa, Investigadora ui&de
Manuel Lopes
Professor Doutor, Director da Escola Superior de Enfermagem de São João de Deus - Évora, Universidade de Évora, Director da CICTS
Manuela Gândara
Professora Coordenadora ESEL, Doutoranda em Enfermagem ESEL\Universidade de Lisboa, Investigadora ui&de

Publicado 31-12-2011

Palavras-chave

  • confiança,
  • cuidar,
  • relação,
  • enfermeiro,
  • cliente

Como Citar

Lourenço, C. ., Pinto, A. ., Pereira, C. ., Fonseca, C. ., Nunes, I. ., Almeida, M. P. ., Mendes, O. ., Tolleti, G. ., Lopes, M. ., & Gândara, M. . (2011). Confiança versus desconfiança na relação de cuidar: confiança enfermeiro-cliente, um conceito em construção no CHLN-HPV. Pensar Enfermagem - Revista Científica | Journal of Nursing, 15(2), 3–13. Obtido de https://pensarenfermagem.esel.pt/index.php/esel/article/view/53

Resumo

A temática “confiança” é alvo de análise e reflexão nos vários sectores da sociedade actual, incluindo o sector da saúde. De facto, o binómio Confiança versus Desconfiança está sempre presente no seio de qualquer relação interpessoal, sendo definido como uma necessidade humana básica. Os cuidados de enfermagem devem ser orientados por modelos que se centrem na humanidade e singularidade da pessoa, transformando o cuidado numa relação gratificante para ambos os intervenientes.

Objectivo: Divulgar o percurso desenvolvido no Centro Hospitalar Lisboa Norte – Hospital Pulido Valente, no âmbito do Projecto Institucional da Rede Internacional PRAQSI denominado “Cuidar do Debate”, explicitando os ganhos obtidos relativamente à relação de confiança enfermeiro-cliente, enquanto elemento intrínseco à relação de cuidar.

Metodologia: Investigação/Acção baseada na análise, na partilha e na reconstrução das práticas de Enfermagem ao longo de três Workshops.

Resultados: Foram observadas mudanças na prática clínica dos enfermeiros, das quais salientamos: aumento da mobilização do conceito de confiança no seio das equipas clínicas, melhoria da relação de ajuda/ confiança em enfermeiro–cliente–família e maior sensibilidade para a escuta.

Conclusões: A construção da relação de confiança é um processo dinâmico no qual os enfermeiros e os clientes são actores aliados. O enfermeiro assume um papel preponderante, devendo desempenhá-lo com as competências inerentes à profissão. O enfermeiro é o instrumento terapêutico da relação de cuidar, pelo que se aconselha a replicação desta metodologia nos contextos clínicos em colaboração com as instituições de ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.